Bernal ou “mini-Bernal”, eis a questão?

A 3ª etapa do Tour de la Provence representa uma tirada decisiva para a decisão do vencedor da competição francesa. Serão 154 km, entre Istres e a 1ª categoria de Mont Ventoux/Chalet Reynard. O perfil da jornada é praticamente plano até à subida final que, apesar de ser apenas uma porção da ascensão ao Mont Ventoux, representa ainda assim um desafio de 9,7 km a uns brutais 9,1% de inclinação média!

Perfil da 3ª etapa do Tour de la Provence

Esta será a etapa que irá muito provavelmente decidir a geral, pelo que as equipas com os melhores trepadores vão certamente controlar as operações e encolher o grupo principal no caminho para Chalet Reynard. No topo destas formações está, sem qualquer dúvida, a INEOS Grenadiers. Além de apresentar um bloco fortíssimo, com elementos como Laurens de Plus, Gianni Moscon, ou Eddie Dunbar, a equipa terá uma dupla de líderes mortífera nos colombianos Egan Bernal e Iván Ramiro Sosa. À partida da competição, o líder da equipa seria o vencedor do Tour de 2019, no entanto, Sosa tem sido claramente protegido e, numa fase precoce da época em que muitos dos ciclistas de topo procuram ainda encontrar as pernas, pode mesmo ser dia para o “mini-Bernal” tomar as rédeas da powerhouse britânica. Os dois líderes da INEOS são os grandes favoritos a poder levar de vencida, tanto a etapa como a classificação geral.

O principal rival da INEOS seria, na teoria, Aleksandr Vlasov (Astana), no entanto, após a queda sofrida na etapa de ontem é difícil de perceber se o russo estará em condições de lutar pela vitória. Não obstante, se estiver em bom nível será um claro candidato, com a equipa a ter em Alexey Lutsenko outra carta forte para jogar.

Entre os trepadores em melhor forma, depois da performance na etapa de ontem, salta à vista o nome de Giulio Ciccone (Trek-Segafredo), que quase se impôs ao sprint a Davide Ballerini. A equipa norte-americana apresenta outro trunfo importante para a etapa: Bauke Mollema.

O pelotão deste Tour de la Provence é, sem qualquer sombra de dúvida, extremamente profundo em termos de grandes nomes que podem perfeitamente triunfar na subida final estando num dia sim. Desde os homens da Bahrain, Jack Haig e Wout Poels, até aos da Deceuninck-Quick Step, o campeão mundial Julian Alaphilippe e o jovem Mauri Vansevenant, passando por homens como Warren Barguil, Fabio Aru, Patrick Konrad, Laurens de Plus, Harold Tejada, Dylan Teuns, Ben O’Connor ou Enric Mas, embora o nível do espanhol seja uma incógnita depois de algumas dificuldades sentidas na etapa de ontem.

Favoritos Ciclismo Mundial:

⭐⭐⭐⭐⭐ Iván Ramiro Sosa
⭐⭐⭐⭐ Egan Bernal e Aleksandr Vlasov
⭐⭐⭐ Giulio Ciccone, Alexey Lutsenko, e Bauke Mollema
⭐⭐ Jack Haig, Wout Poels, Julian Alaphilippe, e Mauri Vansevenant
⭐ Warren Barguil, Fabio Aru, Patrick Konrad, Laurens de Plus, Harold Tejada, Dylan Teuns, Ben O’Connor, e Enric Mas

Podes acompanhar a etapa em direto no nosso website a partir das 13h30!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock