Batalha de foguetes em perspetiva no dia 2 de Tirreno-Adriático!

Depois da vitória de Filippo Ganna no contrarrelógio de abertura, Tirreno-Adriático prossegue hoje, com a realização da segunda tirada, uma ligação de 219 km com partida em Camaiore e chegada em Sovicille. Apesar da presença de algumas colinas perto do final, esta será uma jornada relativamente suave, o que deverá permitir aos sprinters estarem na discussão da vitória. Convém, no entanto, não menosprezar a possibilidade de algum ataque perto do fim vir a estragar os planos dos ciclistas mais pesados, especialmente num dia com tanta quilometragem.

Perfil da etapa 2 do Tirreno-Adriático

Os Favoritos

O lote de sprinters presente nesta edição da Corrida dos Dois Mares é longo e está repleto de nomes de grande qualidade. Dito isto, o maior candidato à vitória, tendo em conta também as inclinações que os ciclistas vão enfrentar na segunda metade do percurso, é provavelmente o australiano Caleb Ewan, da Lotto Soudal. O “Pocket Rocket” tem-se mostrado em bom nível neste início de temporada, acumulando já duas vitórias, pelo que deverá ser ele o homem a bater no dia de hoje. Além disso, a Lotto apresenta possivelmente o melhor e mais dedicado comboio, algo que pode fazer a diferença num dia que será longo e desgastante.

O grande rival de Ewan pode muito bem ser o mesmo que discutiu com o australiano a supremacia nos sprints do Giro do ano passado, o belga Tim Merlier (Alpecin-Fenix), ele que procura ainda a sua primeira vitória, sendo o seu melhor resultado um segundo lugar na chegada a Faro, na última Volta ao Algarve.

Na luta pela vitória deverão estar também o “Manx Missile”, Mark Cavendish (Quick-Step Alpha Vinyl), também ele já com duas vitórias em 2022, e ainda nomes como Elia Viviani (INEOS Grenadiers), Nacer Bouhanni (Arkéa-Samsic), Alexander Kristoff (Intermarché – Wanty – Gobert), Olav Kooij (Jumbo-Visma), Giacomo Nizzolo (Israel Premier-Tech), Arnaud Démare (Groupama-FDJ), Matteo Moschetti (Trek-Segafredo), Pascal Ackermann (UAE Team Emirates), Phil Bauhaus (Bahrain-Victorious), Davide Ballerini (nº 2 da Quick-Step), Jordi Meeus (BORA-hansgrohe), Alberto Dainese (Team DSM), Simone Consonni (Cofidis), e Peter Sagan (TotalEnergies), embora no caso do Hulk de Zilina seja difícil de imaginar que o nível físico o permita discutir um lugar entre os melhores.

Favoritos Ciclismo Mundial:

⭐⭐⭐⭐⭐ Caleb Ewan

⭐⭐⭐⭐ Tim Merlier e Mark Cavendish

⭐⭐⭐ Elia Viviani, Nacer Bouhanni, e Alexander Kristoff

⭐⭐ Olav Kooij, Giacomo Nizzolo, Arnaud Demare, e Matteo Moschetti

⭐ Pascal Ackermann, Phil Bauhaus, Davide Ballerini, Jordi Meeus, Alberto Dainese, Simone Consonni, e Peter Sagan

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock