Alta montanha promete espetáculo no segundo dia de Giro d’Itália Donne!

A Trek – Segafredo conquistou ontem o contrarrelógio coletivo que abriu a 32ª edição do Giro d’Itália Donne, com a norte-americana Ruth Winder a ser a primeira líder da classificação geral, após ter sido a primeira da equipa a cruzar o risco de meta, situado em Cuneo. A primeira vantagem foi conseguida pela equipa de Elisa Longo Borghini, que quererá certamente aproveitar a jornada de hoje para assumir desde já a liderança da classificação geral e voltar a vestir a camisola rosa em casa.

A segunda jornada da corrida vai trazer-nos um dia muito complicado, mas que certamente será recheado de espetáculo, numa tirada curtinha, de apenas 100km, mas que é das mais complicadas desta edição. O pelotão vai sair de Boves e ultrapassar um percurso ligeiramente ondulado, até chegar à verdadeira zona de decisão do dia. O sprint intermédio situado ao km 57 e a contagem de terceira categoria que lhe sucede, no Colle del Morte, logo de seguida, ao km 65.5, serão apenas aperitivos para o grande final, uma contagem de primeira categoria com 13km de extensão e uma pendente média superior a 7% de inclinação, na chegada a Prato Nevoso, uma subida já bastante conhecida de outras provas, onde a etapa se irá decidir.

Perfil da segunda etapa do Giro d’Itália Donne

Favoritas

Num dia de alta montanha como o de hoje, a principal favorita é sem sombra de dúvidas a Campeã Mundial, Anna van der Breggen (Team SD Worx), que para além de tudo o que lhe é reconhecido e pela sua incrível capacidade quando o terreno inclina em subidas longas, traz também um forte conjunto para a apoiar. Não seria de estranhar se a formação holandesa colocasse mais duas ciclistas, pelo menos, no top10 da jornada de hoje, já que Demi Vollering e Ashleigh Moolman-Pasio são também elas excelentes trepadoras, das melhores que fazem parte do pelotão feminino.

Como principal adversária, Breggen terá pela frente a italiana Elisa Longo Borghini (Trek – Segafredo), a italiana que a bateu na edição passada num final em alto, ainda que numa subida com características muito mais explosivas. A Campeã Nacional Italiana não deverá querer dar já hoje mostras de fraqueza, e subir à liderança da geral para voltar a vestir a camisola rosa, depois de no ano passado o ter feito apenas durante um dia, é certamente um grande objetivo. Para a ajudar, terá em Lizzie Deignan e Elisa Longo Borghini grandes gregárias, mas fica sempre a questão se serão capazes de acompanhar a pedalada da super SD Worx.

Depois de ontem ter tido um dia menos conseguido, em que até acabou por ir ao chão no contrarrelógio coletivo, a dinamarquesa Cecilie Uttrup Ludwig (FDJ Nouvelle – Aquitaine Futuroscope) terá hoje um dia importante para provar que tem aspirações a lutar pela classificação geral deste Giro. Ataque é a palavra de ordem para a dinamarquesa, e estando ela já a mais de 1:40 de Borghini, a hipótese de a deixarem ganhar metros e espaço subida fora é desde já plausível. Será ela capaz de recuperar já hoje algum tempo?

Na BikeExchange, Amanda Spratt vai ter também uma jornada onde é importante estar bem e ganhar tempo, depois de ontem a equipa australiana ter tido um contrarrelógio onde andaram claramente abaixo das expectativas. Na Ale BTC Ljubljana, Mavi Garcia está muito bem posicionada na classificação geral após a formação italiana ter feito um grande contrarrelógio, e a Campeã Espanhola está certamente motivada para batalhar pela classificação geral e procurar um lugar entre as três primeiras deste Giro. Terá ela a força necessária para tal?

Nas restantes equipas, destacamos os nomes de Mikhayla Harvey (Canyon // SRAM Racing), Katrine Aalerud (Movistar Women) e Juliette Labous (Team DSM), que quererão ter hoje uma boa jornada para aspirarem ao top10 da classificação geral, e que na nossa perspetiva partem com alguma vantagem perante outro trio que tem as mesmas aspirações, Clara Koppenburg (Rally Cycling), Soraya Paladin (Liv Racing) e Erica Magnaldi (Ceratizit – WNT Pro Cycling). Quais delas sobressairão e ganharão vantagem sobre as rivais na luta por uma presença entre as dez melhores?

Favoritas Ciclismo Mundial

⭐⭐⭐⭐⭐ Anna van der Breggen
⭐⭐⭐⭐ Elisa Longo Borghini e Cecilie Uttrup Ludwig
⭐⭐⭐ Demi Vollering, Amanda Spratt e Mavi Garcia
⭐⭐ Ashleigh Moolman-Pasio, Mikhayla Harvey, Katrine Aalerud e Juliette Labous
⭐ Lizzie Deignan, Clara Koppenburg, Lucinda Brand, Soraya Paladin e Erica Magnaldi
Outsiders: Eider Merino e Marta Cavalli

Transmissão em Direto

A prova não conta com transmissão televisiva em Portugal, mas iremos procurar trazer-vos o direto assim que possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock