A última oportunidade da semana para os sprinters antes de dupla jornada de montanha!

O dinamarquês Magnus Cort (EF Education – Nippo) triunfou ontem na décima segunda etapa da La Vuelta, ao ser o mais forte num sprint reduzido em que a formação da EF surpreendeu os adversários e colocou Cort na posição perfeita para vencer pela segunda vez nesta edição da corrida espanhola. Com o triunfo, Cort subiu à segunda posição da classificação por pontos, e reabriu a luta por uma camisola que Fabio Jakobsen (Deceuninck – Quick Step) parecia já ter no bolso, após o abandono por doença de Jasper Philipsen (Alpecin – Fenix).

A décima terceira etapa da La Vuelta apresenta uma ligação de 203.7km entre Belmez e Villanueva de la Serena, num dia que se espera quente e que não terá quaisquer contagens de montanha. O perfil não tem grande história, e o esperado é que os principais sprinters ainda em competição discutam a etapa ao sprint.

Perfil da 13ª etapa da La Vuelta

Favoritos

Numa jornada sem dificuldades montanhosas, Fabio Jakobsen (Deceuninck – Quick Step) volta a surgir como o principal favorito, e depois de o jovem holandês já ter conquistado duas vitórias e liderar confortavelmente a classificação por pontos, a principal questão que surge é se alguém será efetivamente capaz de o bater!

As opções mais claras para o poderem fazer são Alberto Dainese (Team DSM) e Jordi Meeus (Bora – Hansgrohe), mais dois jovens a crescer e a subir de forma nesta La Vuelta. Dainese já foi quarto, terceiro, e até segundo, pelo que mais do que ninguém poderá espreitar a vitória e até bater Jakobsen. Já Meeus é um ciclista que também está em clara subida, e após a queda na segunda etapa desta La Vuelta, tem aqui uma oportunidade de se mostrar como uma das grandes figuras da nova geração na velocidade.

Entre os restantes grandes finalizadores, Michael Matthews (Team BikeExchange) e Magnus Cort (EF Education – Nippo) não quererão também perder uma nova oportunidade de fechar entre os melhores, se ainda querem pensar em discutir a classificação por pontos, e certamente também não a quererão perder. Já para Arnaud Demare (Groupama – FDJ), hoje o dia tem de ser de remontada. O francês parece não estar a atravessar a sua melhor fase em termos de confiança, e precisa da vitória mais do que nunca para voltar à onda dos triunfos.

Com o abandono de Sebastian Molano no final da primeira semana, a UAE Team Emirates poderá finalmente dar uma oportunidade a Rui Oliveira de discutir o sprint e se colocar entre os melhores finalizadores desta La Vuelta. Matteo Trentin tinha sido o lançador de serviço, e poderá voltar a assumir o papel em função do ciclista português, já que ainda teremos etapas mais propícias às suas características pela frente.

Atenção ainda para Jon Aberasturi (Caja Rural – Seguros RGA), ele que acaba de assinar pela Trek – Segafredo e que quererá por isso cimentar a sua imagem antes da próxima temporada, ao super regular Piet Allegaert, ao foguete israelita Itamar Einhorn, e ainda a Martin Laas, Riccardo Minali, Antonio Soto e Clement Venturini.

Favoritos Ciclismo Mundial

⭐⭐⭐⭐⭐ Fabio Jakobsen
⭐⭐⭐⭐ Alberto Dainese e Jordi Meeus
⭐⭐⭐ Michael Matthews, Magnus Cort e Arnaud Demare
⭐⭐ Rui Oliveira, Jon Aberasturi, Piet Allegaert e Itamar Einhorn
⭐ Martin Laas, Matteo Trentin, Riccardo Minali, Antonio Soto e Clement Venturini

Presença Portuguesa

Nelson Oliveira (Movistar) e Rui Oliveira (UAE Team Emirates) são os representantes portugueses, e estarão à partida com os dorsais #175 e #226, respetivamente.

Transmissão em Direto

A corrida contará com transmissão na Eurosport 1, a partir das 13h50.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock