Poderá Vingegaard ganhar tempo a Evenepoel na difícil chegada a Javalambre?

Disputa-se hoje a sexta etapa da La Vuelta a España que nos promete um enorme espetáculo na luta pela etapa e pela classificação geral. A Jumbo – Visma, a UAE Team Emirates e a Soudal Quick-Step poderão controlar o ritmo da etapa e a vantagem da fuga do dia para conseguirem disputar a etapa com os seus líderes. Será que Remco Evenepoel consegue manter a sua camisola vermelha?

Perfil

A sexta etapa da La Vuelta a España apresenta um percurso de 183.1km entre La Vall D’Uixó e Pico del Buitre, e contará com um sprint intermédio com bonificações, duas contagens de terceira categoria e uma contagem de primeira categoria. A etapa deverá começar com um ritmo alto e deverá ser difícil a formação da fuga do dia. Poderemos ver um pelotão a dar uma boa vantagem à fuga para que esta lute pela etapa e para que haja um novo camisola vermelha ou poderemos ver um pelotão a não dar uma boa vantagem à fuga para que os favoritos lutem pela etapa.

Se a etapa for disputada pelos favoritos, na subida final do Pico del Buitre, 10.9km a 8%, o grupo dos favoritos de certeza que vai partir e vários ataques poderão acontecer. Poderemos ver um ciclista a cruzar a meta em solitário ou uma chegada ao sprint entre dois ou três ciclistas.

Perfil da 6ª etapa da La Vuelta a España
Perfil do Pico del Buitre

Favoritos

Jonas Vingegaard (Jumbo – Visma) parte como principal favorito para a etapa de hoje. Vingegaard parece ter dado continuidade à grande forma do Tour de France e o dinamarquês de certeza que vai mexer na corrida para tentar ganhar tempo, mas isto tudo dependerá da tática que a Jumbo durante a etapa.

Primoz Roglic (Jumbo – Visma) e Remco Evenepoel (Soudal Quick-Step) são ciclistas que também podem muito bem vencer a etapa de hoje. Roglic parece estar a subir de forma e o esloveno também pode mexer na corrida, mas como dito anteriormente, a tática da Jumbo, na subida final, terá que ser perfeita para que Roglic ou Vingegaard vingam. Evenepoel está no seu melhor nível e o belga pode muito bem vencer a etapa de hoje, mas o seu principal objetivo é não perder tempo para os seus adversários.

Juan Ayuso (UAE Team Emirates) dá-se muito bem nestas subidas e o espanhol poderá mexer na corrida para tentar ganhar tempo aos seus adversários. João Almeida (UAE Team Emirates) está em boa forma, este tipo de subida não são a especialidade do português, que mesmo assim, é bem capaz de impor o seu ritmo e ainda acabar entre os melhores na subida final. Enric Mas (Movistar Team) mostrou-se bem na etapa 3, mas o grande teste do espanhol será hoje e de certeza que irá tentar estar com os melhores.

Max Poole (Team DSM-Firmenich), Michael Storer (Groupama-FDJ), Cristian Rodriguez (Team Arkéa-Samsic) e Lennert Van Eetvelt (Lotto Dstny) são ciclistas que poderão ter liberdade de sair do pelotão para integrar a fuga e ambos os quatro, se estiveram presentes na fuga, poderão lutar pela etapa.

Nota ainda para Aleksandr Vlasov e Cian Uijtdebroeks (Bora-Hansgrohe) e Lenny Martinez (Groupama-FDJ) que podem terminar nos 10 primeiros e para Abel Balderstone (Caja Rural-Seguros RGA) e Rémy Rochas (Cofidis) que podem ir para a fuga para tentar vencer a etapa.

Favoritos Ciclismo Mundial

⭐⭐⭐⭐⭐ Jonas Vingegaard
⭐⭐⭐⭐ Primoz Roglic e Remco Evenepoel
⭐⭐⭐ Juan Ayuso, João Almeida e Enric Mas
⭐⭐ Max Poole, Michael Storer, Cristian Rodriguez e Lennert Van Eetvelt
⭐ Aleksandr Vlasov, Cian Uijtdebroeks, Lenny Martinez, Abel Balderstone e Rémy Rochas

Presença Portuguesa

João Almeida e Rui Oliveira (UAE Team Emirates), Rui Costa (Intermarché-Circus-Wanty), Nelson Oliveira (Movistar Team) e André Carvalho (Cofidis) #12, #13, #131, #147 e #154, respetivamente.

Transmissão em Direto

Podes acompanhar a etapa em direto na Eurosport 1, a partir das 13:30h!

Foto de capa: Sprint Cycling Agency

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock