A Dwars door Vlaanderen dos meros mortais! Quem irá suceder a Van der Poel?

O último aperitivo para o monumento de domingo, o Tour de Flandres vai para a estrada hoje, com a 78ª Dwars door Vlaanderen, que não contará com os três do costume, Wout Van Aert, Mathieu Van der Poel e Tadej Pogacar, que serão os maiores candidatos à vitória domingo. Sem a presença do vencedor da edição do ano passado, Mathieu van der Poel, é uma certeza que haverá um novo vencedor aqui.

Perfil

A 78ª Dwars door Vlaanderen apresenta um percurso com 183.5km com a animação a começar no segundo terço da prova. Este ano a corrida terá 10 setores de pavê e 11 muros, ao contrário do ano passado, que teve 8 e 12, respetivamente. O primeiro setor de pavê surge ao km 52 e o último ao km 178, pelo que poderá ser um momento chave para o grupo que estiver na frente e para haver ataques decisivos no sentido de obter a vitória final.

Perfil oficial da 78ª Dwars door Vlaanderen

Favoritos

Sem a presença dos 3 “aliens”, a corrida não apresenta um claro favorito, apresenta vários, mas há aqueles que se destacam devido à sua recente forma e aos resultados recentes. A aposta para hoje recai no francês Christophe Laporte (Jumbo – Visma), que venceu a Gent – Wevelgem no passado domingo. Laporte entra aqui em boa forma e após a vitória que obteve estará motivado para tentar a sua segunda vitória da temporada, contando com a ajuda de Tiesj Benoot.

O suíço Stefan Küng (Groupama – FDJ) e o dinamarquês Mads Pedersen (Trek – Segafredo) são também grandes candidatos à vitória final. Küng, apesar do mau resultado na Gent – Wevelgem, foi sexto na E3 Saxo Classic e quererá mostrar aqui que está pronto para o monumento de domingo, onde contará com a ajuda do francês Valentin Madouas. Já Mads Pedersen, que ainda não explodiu nas suas capacidades, mas tem estado bem, virá aqui como um dos favoritos, e sem a concorrência do costume pode mesmo conseguir a vitória, após ter feito quinto na Gent – Wevelgem e sexto na Milano – Sanremo. Tom Pidcock (INEOS Grenadiers) podia estar entre os três acima, e até ser considerado o grande favorito a ganhar hoje, mas a recente lesão que teve e o facto de esta ser a primeira corrida desde após a recuperação, pode indicar que não vai estar aqui ainda a 100%. Apesar disto, o britânico não deixa de ser um dos favoritos.

A dupla francesa Valentin Madouas (Groupama – FDJ) e Julian Alaphilippe (Soudal – Quick Step) são fortes candidatos às primeiras posições. Madouas será o número 2 da Groupama e é sem dúvida um grande candidato a poder conseguir algo aqui. O francês tem evoluído bastante, conseguiu um segundo lugar na Strade Bianche e fez oitavo como gregário de Kung na E3 Saxo Classic, mostrando estar em excelente forma para hoje. Já Julian Alaphilippe não vem tão bem para aqui, e após as recentes criticas do próprio chefe de equipa, este poderá não estar a 100%, mas quererá certamente mostrar que ainda é capaz de conseguir estar na frente e calar os críticos, mesmo os da própria equipa.

Não nos podemos esquecer de Tiesj Benoot (Jumbo – Visma), Filippo Ganna (INEOS Grenadiers), Alberto Bettiol e Neilson Powless (EF Education-EasyPost). O belga Tiesj Benoot volta hoje às clássicas após ter desistido na E3 Saxo Classic. Este virá aqui a partilhar a liderança com Laporte, numa corrida onde no ano passado foi segundo. Este ano poderá querer levar a vitória se estiver no seu melhor. O italiano Filippo Ganna, que tem sido uma das supresas do ano, teve o azar de cair e de desistir na Gent – Wevelgem, mas poderá aproveitar o facto de estar em boa forma, e de Pidcock não estar a 100%, para conseguir um bom resultado para a equipa. Alberto Bettiol e Neilson Powless vêm aqui com liderança partilhada e quererão atacar nos muros, partindo assim a corrida para um estilo que mais os favorece. Bettiol ainda não está no seu melhor e Powless volta hoje às clássicas após ter conseguido fazer sétimo na Milano – Sanremo.

Nota ainda para Mikkel Bjerg (UAE Team Emirates), que fez sexto na Gent – Wevelgem e de Sep Vanmarcke (Israel – Premier Tech), terceiro na mesma corrida. Se a chegada se der em grupo relativamente grande, homens como Olav Kooij (Jumbo – Visma), Arnaud De Lie (Lotto Dstny) e Jasper Philipsen (Alpecin – Deceuninck) serão candidatos a acabar nas primeiras posições.

Favoritos Ciclismo Mundial

⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️ Christophe Laporte
⭐️⭐️⭐️⭐️ Stefan Küng e Mads Pedersen
⭐️⭐️⭐️ Tom Pidcock, Valentin Madouas e Julian Alaphilippe
⭐️⭐️ Tiesj Benoot, Filippo Ganna, Alberto Bettiol e Neilson Powless
⭐️ Mikkel Bjerg, Sep Vanmarcke, Olav Kooij, Arnaud De Lie e Jasper Philipsen

Presença Portuguesa

Nenhum português estará presente na prova.

Transmissão em Direto

Podes acompanhar a corrida em direto na Eurosport 1 a partir das 13:10.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock