Veloso vence contrarrelógio final, na Volta de Amaro Antunes!

O espanhol Gustavo Veloso (W52 – FC Porto) venceu a oitava e última etapa da Edição Especial da Volta a Portugal, um contrarrelógio de 17.7km disputado em Lisboa, com partida na Ribeira das Naus, e chegada na Praça do Comércio, batendo o português António Carvalho (Efapel) por 8 segundos, e o francês Anthony Delaplace (Arkea – Samsic) por 17 segundos.

Dia de decisões na Edição Especial da Volta a Portugal, com um contrarrelógio a disputar-se na capital do país. Rafael Reis e Samuel Caldeira marcaram os primeiros tempos de referência, parando o relógio, respetivamente, aos 22:05 e 22:06. Daniel Mestre, pouco depois, bateu os tempos de referência, fechando a prova em 22:01.

Anthony Delaplace foi o primeiro a baixar dos 21min, terminando a prova em 21:51, mesmo antes dos favoritos começarem a chegar. Alejandro Marque ficou perto, mas não o conseguiu superar, ficando também ele acima dos 22min. António Carvalho, porém, fez um novo melhor tempo pouco depois, terminando a sua prova em 21:42, subindo à liderança provisória do contrarrelógio.

Joni Brandão chegou depois e igualou o tempo de Delaplace, enquanto João Rodrigues se colocava com um tempo idêntico a Rafael Reis e João Benta cedia como esperado, já que ele não é especialista nos esforços contra o relógio. Gustavo Veloso de seguida colocou o melhor tempo em 21:34, num tempo canhão do veterano espanhol, que chegou para superar Frederico Figueiredo na geral, já que o ciclista da equipa de Tavira não foi além de 22:44, um tempo que o fez cair para terceiro na classificação geral.

Gustavo Veloso venceu o contrarrelógio final

Amaro Antunes foi o último a chegar, e conseguiu cumprir o traçado num tempo suficiente para garantir a vitória na geral final, com 22:05, num dos melhores contrarrelógios que alguma vez realizou, para vencer pela primeira vez na carreira a Volta a Portugal nesta Edição Especial. Luís Gomes foi o grande vencedor da classificação por pontos, e Hugo Nunes o melhor trepador. Simon Carr consagrou-se como o melhor jovem, fechando a prova no 19º posto da geral.

André Rodrigo venceu o contrarrelógio final no Passatempo, mas foi Rui Pires, que com as pontuações da geral final se sagrou o grande vencedor deste Passatempo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock