DGS dá luz verde. Volta a Portugal mantém as datas

A prova Rainha do Ciclismo em Portugal voltará para a estrada para a sua 82ª edição entre os dias 29 de julho e 9 de agosto. A organização da prova terá que assegurar distanciamento social e evitar qualquer tipo de concentrações, sendo que o limite imposto é de 20 pessoas, informou a DGS à Lusa.

Em relação às regras de saúde, “os atletas serão monitorizados pela equipa médica do clube por forma a garantir a deteção precoce de qualquer sintoma sugestivo de covid-19. Caso existam suspeitos de covid-19 serão aplicados os procedimentos estabelecidos em Portugal, não podendo participar na prova. Será realizado um teste antes do início da competição”, explicou a DGS. “As equipas estrangeiras que se inscreverem e reunirem condições sanitárias poderão participar. À data da análise da proposta da FPC não se prevê qualquer quarentena à chegada, só pelo facto de entrar em Portugal. O isolamento está previsto em Portugal para qualquer caso ou contacto próximo de um caso de covid-19”, reiterou a DGS.

O plano apresentado pela Federação Portuguesa de Ciclismo e pela Podium foi bem aceite pelas autoridades de saúde.

Apesar de ainda não haver grandes informações sobre o percurso da prova, sabemos que Lisboa acolherá a última etapa, depois de 2016, onde consagrou a vitória de Rui Vinhas (W52-FCPorto).

Fonte: Lusa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock