Androni ocupa a vaga deixada pela Vini Zabu no Giro d’Itália!

A RCS Sport, organizadora do Giro d’Itália, anunciou ao início da tarde de hoje que será a Androni Giocattoli – Sidermec a ocupar a vaga deixada livre pela Vini Zabu na próxima edição da Corsa Rosa, depois da equipa italiana inicialmente escolhida para participar na competição através de um dos 3 wildcards disponíveis ter abdicado da sua presença, após terem sofrido com o segundo caso positivo de doping nos últimos doze meses há algumas semanas. A Vini Zabu acabou mesmo por suspender as suas atividades para realizar uma investigação interna após o mais recente teste positivo de Matteo De Bonis por EPO.

A Androni Giocattoli – Sidermec tinha perdido o wildcard no início deste ano, juntamente com mais um conjunto super interessante de equipas, incluindo não italianas como a Arkea – Samsic de Nairo Quintana e a Gazprom – Rusvelo de Roman Kreuziger, mas acabou por não ser selecionada pela RCS Sport, que acabou por escolher a Eolo – Kometa de Daniel Viegas, a Bardiani – CSF – Faizanè e a Vini Zabù.

A Androni teve uma edição de 2020 do Giro d’Itália bastante positiva, tendo conquistado o prémio de mais tempo escapado com o italiano Mattia Bais e a classificação dos sprints intermédios com o suíço Simon Pellaud. A última etapa ganha pela formação italiana na prova rainha do seu calendário foi com o italiano tão bem conhecido pelos portugueses, Fausto Masnada, em San Giovanni Rotondo, no ano de 2019.

O Giro d’Italia 2021 irá começar com um curto prólogo de 9km em Turim num sábado, a dia 8 de maio, e terminará em Milão no domingo de 30 de maio. Já confirmadas estão as presenças dos portugueses João Almeida, Nelson Oliveira, Rui Oliveira e Ruben Guerreiro.

Ainda hoje, noticiamos logo pela manhã a renúncia da Vini Zabu à participação no Giro d’Itália.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock