Novo nome e novas caras: a definição da equipa da AP Hotels & Resorts / Tavira / SC Farense para a próxima época!

A equipa do Tavira, anteriormente designada de Atum General – Tavira – AP Maria Nova Hotel, fez uma temporada dentro do esperado. A nível de vitórias poderia ter corrido melhor, mas o resto compensou. No objetivo principal da temporada, a Volta a Portugal, conseguiram superar expectativas, na medida em que tiveram 3 homens em destaque (Emanuel Duarte 12º, Delio Fernandez 6º, Alejandro Marque 5º), mas não conseguiram vencer nenhuma etapa. Depois desta prova, a equipa viu retirar-se, uma vez mais, um daqueles que deixou a sua marca em Portugal. É ele Alejandro Marque, dispensa apresentações. Levou com ele 3 etapas da Volta a Portugal, 1 geral (2013) e 2 terceiros lugares na geral (2015, 2021).

A formação comandada por Vidal Fitas, para além de mudar o seu nome com a troca e adição de patrocinadores, também fez questão de trazer novos atletas. Na equipa permanecem Samuel Blanco, Delio Fernandez, David Livramento, Rafael Lourenço, Válter Pereira, Miguel Salgueiro e Alvaro Trueba. Saem Emanuel Duarte e Aleksandr Grigoriev, ambos para a EFAPEL Cycling, e Alejandro Marque, que acabou uma grande carreira, tendo sido uma das enormes lendas que correram no pelotão nacional! Chegam Diogo Barbosa, vindo da Hagens Berman Axeon; José Bicho, da equipa de juniores do Almodôvar; Venceslau Fernandes, oriundo da ABTF Betão – Feirense, e Rúben Simão, da LA Alumínios – Credibom – MarcosCar. Posto isto, vamos analisar os atletas da equipa algarvia.

Comecemos por falar de Samuel Blanco. O espanhol de 28 anos vai para a sua 3ª época com a equipa algarvia. É bom em terrenos acidentados. Foi bastante regular, estando sempre próximo ou mesmo dentro dos 20 primeiros. Destaca-se o 9º lugar na 1ª etapa do GP Douro Internacional e o 12º posto na geral da mesma prova, para além do 10º lugar no GP Anicolor.

Delio Fernandez é um corredor que irá para o seu 2º ano na equipa. Tem 36 anos e é um dos líderes da formação do Tavira, sendo um homem para as provas por etapas, bom na montanha e no contrarrelógio. Fez uma boa época, acabando 12 vezes no top10. Destacamos o 16º lugar na geral do Gran Camiño, o 8º posto à geral no Troféu Joaquim Agostinho; o 3º lugar na geral do GP Douro Internacional e ainda o 6º lugar na geral da Volta a Portugal, terminando no top10 nas etapas mais decisivas (Serra da Estrela e Sra. da Graça).

David Livramento tem 39 anos, e por muito curioso que pareça, está na formação do Tavira desde que iniciou a sua carreira, em 2006, quando esta se designava de Duja – Tavira! O vencedor de um prémio internacional de Fairplay não começou a época da melhor maneira, com 2 abandonos, mas de resto trabalhou para os colegas, conseguindo até ser minimamente regular, andando na maioria das vezes a rondar os 30 primeiros. O único resultado de destaque, também o seu único top10, foi o 9º lugar na Volta a Albergaria.

Rafael Lourenço tem 25 anos e vai para a sua 4ª época não consecutiva na equipa do Tavira (2016 e 2021-2023). É também ele um bom atleta em terrenos acidentados. Tendo estado a trabalhar para os seus líderes, acabou por não ter muitos resultados para destacar, tendo sido 12º na 7ª etapa da Volta a Portugal e 13º na Prova de Abertura.

Válter Pereira, de 32 anos, é outro gregário da equipa. Tal como David Livramento, Válter já faz parte da mobília, visto que está na equipa também desde que iniciou a carreira, há 12 anos. Visto que esteve ao serviço dos seus líderes, este atleta não conseguiu obter resultados de destaque, colaborando apenas para a obtenção dos mesmos.

Miguel Salgueiro vai para o seu 2º ano na equipa. O português de 23 anos é bom em praticamente todos os terrenos. Finalizou 6 vezes no top10, dos quais se destaca o 6º lugar na Clássica da Arrábida, o 7º lugar na 1ª etapa do GP Abimota e o 5º lugar nos Campeonatos Nacionais de Contrarrelógio nos Sub-23.

Alvaro Trueba vai para a sua 6ª temporada na formação algarvia. O espanhol de 29 anos faz bons contrarrelógios e anda bem em terrenos mais acidentados. Fez apenas 4 top10 numa boa época para o próprio. Destacamos o 11º lugar na geral do GP “O Jogo” e o 7º lugar na geral do GP Jornal de Notícias.

Diogo Barbosa “regressa” a Portugal para reforçar a equipa de Tavira!
Foto: Diogo Barbosa / Facebook

Iremos agora começar a falar dos 4 reforços. O primeiro que iremos falar é Diogo Barbosa, filho de Cândido Barbosa (ex-ciclista profissional e vencedor de 25 etapas na Grandíssima), que tem 22 anos e vem da equipa estadunidense Hagens Berman Axeon. Destaca-se nos terrenos mais acidentados. No meio de 6 abandonos, conseguimos destacar o 20º lugar na geral do Tour of Rhodes, na Grécia, onde foi 7º classificado na juventude. Fez 22º no prólogo, 17º na 2ª etapa e 16º na 3ª etapa.

Pode ser uma imagem de 3 pessoas, pessoas em pé, bicicleta e ao ar livre
José Bicho, depois de uma temporada de pesadelos e sonhos, chega a profissional com a formação de Tavira!
Foto: UVP/FPC

O segundo reforço é José Bicho. Tem 18 anos, indo assim para o seu 1º ano de Sub-23 na equipa de Vidal Fitas. Veio da equipa de juniores do Almodôvar. Teve uma queda logo a abrir a época que o pôs de fora das corridas, regressando à competição apenas em Agosto, nos nacionais. Impressionou com o 6º lugar no contrarrelógio. Destacou-se depois mais na montanha, com o 5º lugar na geral da Volta a Portugal de Júniores, onde foi 6º na 1ª etapa e 3º nas etapas 3 (crono) e 5 (etapa rainha). De referir que representou a Seleção Nacional no Giro Lunigiana e nos Mundiais da Wollongong.

Depois de 2 anos na ABTF Betão – Feirense, Venceslau Fernandes ruma à AP Hotels & Resorts – Tavira!
Foto: João Fonseca Photographer

O terceiro reforço é Venceslau Fernandes, que tem 26 anos. Vem da equipa da ABTF Betão – Feirense, onde esteve nas últimas 2 épocas. É um bom trepador. Podemos destacar o 9º lugar no GP Abimota, o 7º posto nos Campeonatos Nacionais de Fundo Elite, o 19º lugar no Troféu Joaquim Agostinho e o 20º lugar na geral da Grandíssima, prova onde o seu pai, também de seu nome Venceslau Fernandes, já foi vencedor, em 1984.

Nenhuma descrição de foto disponível.
Rúben Simão de 22 anos segue na sua carreira rumando à formação de Tavira para 2023!

O último reforço apontado à formação de Tavira é Rúben Simão. Tem 22 anos e vem da equipa da LA Alumínios – Credibom – MarcosCar. Conseguimos destacar a sua vitória na 2ª etapa do GP Azores, onde foi 6º à geral, o 18º lugar na geral da Volta a Portugal do Futuro e o 14º lugar na geral do GP Douro Internacional, onde foi 3º na juventude.

Foto de capa: UVP/FPC

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock