Melhores do Ano #34 – Uma estrela em ascensão!

Do lado feminino no BTT o destaque vai para o Cross – Country, já que a categoria júnior praticamente não se faz representar no downhill. A época teve um conjunto interessante de provas, tendo a equipa do Ciclismo Mundial analisado e nomeado Ana Mafalda Santos, Rafaela Ramalho, Mariana Viais e Sofia Gomes para a categoria. Olhemos então às temporadas das quatro…

Ana Mafalda Santos começou a temporada a vencer a prova de XCO de Vila Franca na categoria de juniores, e no regresso do confinamento fez o Nacional de XCE em Elites, tendo sido segunda e prata, num duelo de amigas pela vitória final com Raquel Queirós. Após isso a jovem ciclista da Patocycles acabou por ficar adoentada e falhou a segunda prova da Taça de Portugal, mas duas semanas depois voltou a aparecer em força e a vencer os Nacionais de XCO em Juniores pelo segundo ano consecutivo. Foi também à República Checa, onde foi 23ª em juniores, e um Mundial que não terminou, e cuja condição não era a ideal após ter a paragem que teve antes dos Nacionais de XCO.

Rafaela Ramalho começou a temporada com o segundo lugar no XCO de Vila Franca, e no pós-confinamento entrou com o pé direito, tendo se sagrado Campeã Nacional de Juniores em XCE. Voltou a vencer na segunda prova da Taça de Portugal de XCO, em Guimarães, aproveitando muito bem a ausência de Ana Santos, e terminou a temporada com a prata no Nacional de XCO.

Mariana Viais abriu a temporada com a quarta posição no XCO de Vila Franca, tendo sido também a terceira melhor portuguesa! No regresso pós-confinamento entrou menos bem no Nacional de XCE, mas deu a volta por cima e obteve dois terceiros lugares nas provas seguintes, a segunda da Taça de Portugal de XCO, e o Campeonato Nacional, também de XCO, fechando assim a temporada com a medalha de bronze na prova de atribuição do título nacional!

Sofia Gomes entrou na temporada apenas no período pós-confinamento, após estar também a recuperar de uma lesão, e entrou com o terceiro lugar e o bronze no Nacional de XCE! Na segunda prova da Taça de Portugal de XCO, em Guimarães, foi segunda classificada, e fechou a temporada com o quarto lugar no Nacional de XCO, mostrando assim uma excelente capacidade de superação durante o período do ano em que pode competir!

Com as cartas lançadas é a tua vez de decidir, qual destas foi a Ciclista Júnior do Ano na vertente de BTT?

O período de votação terminou!

Ciclista Portuguesa do Ano no BTT Júnior
425 votos

Podes votar também no Ciclista Júnior do Ano na vertente de BTT no link abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock