Melhores do Ano #26 – A definição do Futuro Feminino!

Se os juniores masculinos poucas provas tiveram em Portugal na vertente de estrada, o mesmo podemos dizer relativamente às juniores femininas, que ainda menos hipóteses tiveram de competir devido ao covid-19. Os destaques acabaram por acontecer não só em solo nacional, como também nos Europeus, e as nomeadas para Júnior do Ano são então Daniela Campos, Beatriz Roxo, Beatriz Pereira e Marisa Ferreira, sendo que já de seguida vais poder ficar a conhecer aquilo que foram as suas temporadas!

Daniela Campos teve uma época fantástica, e o destaque para a Algarvia vai para a presença nos Campeonatos Europeus, onde foi quinta classificada na prova de fundo, e nona no contrarrelógio individual, o que lhe valeu desde logo o contrato para 2021 com a equipa espanhola Bizkaia – Durango. A nível interno venceu o Nacional de Contrarrelógio Individual em Juniores, foi segunda classificada na prova de Rampa, atrás de Beatriz Roxo, e acabou por não participar na prova de Fundo, em virtude de estar a representar Portugal nos Europeus de Pista.

Beatriz Roxo brilhou também em Estrada esta temporada, começando pela presença nos Europeus de Estrada, que viram também uma Beatriz muito ativa, a integrar-se em fugas e a lutar com as melhores até ao final. Internamente começou desde logo por vencer os Campeonatos Nacionais de Rampa, batendo Daniela Campos por 27s, e marcando até o melhor tempo feminino em todos os escalões! Na prova de Contrarrelógio, também nos Nacionais, conquistou a prata, e terminou a temporada sagrando-se Campeã Nacional de Fundo na prova disputada em Castelo Branco.

Beatriz Pereira foi também outro dos destaques, começando a temporada nos Nacionais de Rampa que terminou na terceira posição, conquistando assim o bronze! Na semana seguinte foi quarta nos Nacionais de Contrarrelógio, e terminou por conquistar a prata na prova de fundo algumas semanas depois, fechando a temporada com duas medalhas conquistadas em três provas disputadas.

Marisa Ferreira tem se marcado cada vez mais também na especialidade do contrarrelógio, prova onde conquistou a melhor marca da temporada, com o bronze conquistado na prova dos Nacionais. Antes disso havia sido quinta nos Nacionais de Rampa, e acabou por fechar a temporada com o quarto lugar nos Nacionais de fundo.

Com as cartas na mesa, a decisão é agora tua! Qual foi a Júnior do Ano na vertente de estrada?

O período de votação terminou!

Ciclista Portuguesa do Ano na Estrada Júnior
1044 votos

Podes votar também no Júnior do Ano na vertente de estrada no link abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock