Melhores do Ano #22 – O futuro do Ciclismo Feminino Português tem cada vez mais qualidade!

2020 foi um ano de grande importância para o Ciclismo Feminino em Portugal, com resultados de topo a serem conseguidos internacionalmente, mas também com muitas jovens ciclistas a surgirem e a marcarem posição em diversos escalões, fazendo prever que cada vez mais o futuro português pode ser risonho! Para Revelações de 2020 nomeamos Marta Branco, Beatriz Roxo, Marta Carvalho e Beatriz Silva, e já de seguida vais ficar a entender o porquê…

No terceiro ano como sub-23 Marta Branco chegou pela primeira vez às medalhas na prova de fundo no Campeonato Nacional de Fundo em Elites. Foi segunda classificada e perdeu apenas no sprint final uma vitória que, a acontecer, poderia, e de que maneira, ser um fator motivador para a juventude feminina pedalar e pedalar cada vez mais! A emergência de ciclistas jovens é um fator fundamental para o Ciclismo Feminino em Portugal, e no panorama nacional, Marta Branco tem crescido gradualmente, aproximando-se de um patamar que a pode permitir dar um salto maior para o exterior, e também de títulos que podem regressar a uma juventude que se quer afirmar. É por isso um dos nomes a votos nesta categoria Revelação, pela irreverência, e pelo crescimento, e também pelo alcançar de medalhas que são um marco importante numa juventude que cada vez mais se revela com grande força em Portugal!

Beatriz Roxo brilhou na pista e em estrada no seu primeiro ano de júnior! A ciclista da equipa de Paredes apareceu em grande forma em diversas competições, e se esperávamos um domínio interno de Daniela Campos, a jovem Roxo aproveitou muito bem as oportunidades, venceu o título de fundo de estrada, e bateu Daniela no Campeonato Nacional de Rampa, por uma margem significativa! A presença nos Europeus de Estrada viu também uma Beatriz muito ativa, a integrar-se em fugas e a lutar com as melhores, e também a marcar-se como um nome que pode explodir em 2021, com resultados ainda de maior destaque!

Também nas jovens cadetes tivemos dois nomes de relevo a surgirem em 2020, em Marta Carvalho e Beatriz Silva! Em idades em que um ano faz toda a diferença, as duas ciclistas foram capazes de se bater com as mais velhas do mesmo escalão, e alcançar medalhas importantes, assim como o reconhecimento de qualidade pelas colegas de pelotão. Marta evidenciou-se na pista, na estrada e no BTT, ao passo que Beatriz, que não competiu na pista, esteve em destaque também em Estrada e no BTT! Ambas chegaram às medalhas em Campeonatos Nacionais, e mostraram também que são dois nomes em destaque para poderem chegar a patamares elevados do Ciclismo Feminino!

Com as cartas na mesa, a decisão é uma vez mais tua! Quem foi a revelação do ano do Ciclismo Feminino em Portugal?

O período de votação terminou!

Revelação Portuguesa do Ano
911 votos

Podes votar também na Revelação Portuguesa do lado masculino na ligação abaixo!

One thought on “Melhores do Ano #22 – O futuro do Ciclismo Feminino Português tem cada vez mais qualidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock